Navegar para Cima

Notícias

Aprender por meio dos jogos

Os jogos são ótimas ferramentas quando inseridos no plano pedagógico.
23/07/2018
Inovação
Os jogos são ótimas ferramentas quando inseridos no plano pedagógico.

​​​​​​Tendo em vista a necessidade de despertar o interesse dos estudantes para a aprendizagem, de forma atrativa e divertida, é preciso diversificar as formas de construir conhecimentos. Nesse sentido, diversas possibilidades são encontradas ao incorporar o uso de jogos em sala de aula, empregando-os como recurso didático. Para intensificar essa prática, no entanto, é essencial a mediação dos educadores, contemplando um planejamento prévio das aprendizagens a serem incentivadas.

Quando trabalhada de forma contextualizada e com intencionalidade pedagógica, a utilização de variados jogos pode facilitar o desenvolvimento da leitura e da escrita, bem como a expansão do raciocínio lógico-matemático. Há também os que favorecem a coordenação motora e a agilidade, abrangendo atividades físicas e recreativas. Ainda entre os benefícios proporcionados está a interação, a atuação em equipe e a participação ativa, promovendo espaços em que as crianças e os adolescentes questionam, argumentam, enfrentam desafios, estabelecem conexões e tomam decisões.

Estratégias na prática

Jogos virtuais e analógicos são utilizados como ferramenta de apoio pedagógico no Marista Assunção pelas áreas de Matemática, Linguagens, Ciências Humanas e da Natureza. Nas aulas de Geografia do 6º ano EF, por exemplo, os estudos foram transformados com a adoção de um jogo. A turma precisava perceber uma paisagem como um cenário dinâmico, com diferentes agentes interagindo e originando novos elementos. Como apoio para este desafio, foi utilizado o jogo virtual Little Alchemy.Nele, os estudantes combinavam, virtualmente em seus celulares, os elementos terra, fogo, água e ar, criando uma série de outros elementos e, em seguida, novas outras novas combinações. Com acompanhamento e mediação do professor, o jogo passou a fazer parte das aulas, promovendo uma discussão nas turmas sobre as mudanças das paisagens e sobre a influência humana nestes processos. A partir da proposta, houve uma ressignificação na utilização dos smatphones em sala, trazendo a funcionalidade pedagógica virtual aliada à temática de aula.

“A adesão dos estudantes quanto ao jogo foi massiva e nas aulas cada um queria demonstrar o seu progresso. Além da leveza, atratividade e facilidade da ferramenta, muitos dos resultados das combinações no jogo provocam a busca por outras fontes de informação sobre os fenômenos espaciais, aumentando assim o interesse e o conhecimento dos estudantes”, comenta o professor Ronaldo da Silva Noguez. Desse modo, compreende-se a importância dos jogos como recurso pedagógico, tornando as aprendizagens ainda mais significativas.