Navegar para Cima

Notícias

Contribuição para a sociedade

Estudantes desenvolvem protótipo para contribuir com os portadores de Alzheimer.
01/11/2018
Iniciação Científica
Estudantes desenvolvem protótipo para contribuir com os portadores de Alzheimer.

​​​Com a finalidade de empreender e fomentar as potencialidades tecnológicas, nossos estudantes do 2° ano EM criaram um protótipo para contribuir com os cuidados das pessoas portadores de Alzheimer. Essa ideia foi desenvolvida a partir de um projeto de pesquisa cientifica que resultou no 1° lugar no Festival Marista de Robótica, na modalidade Incubando Ideias. O objetivo do Festival foi fomentar o senso crítico por meio de reflexões sobre as potencialidades das tecnologias digitais em contextos urbanos. Desta forma, os estudantes foram desafiados a pensar soluções, projetar, documentar e desenvolver aplicações digitais ou protótipos tecnológicos inovadores, com base nos problemas identificado nas cidades respeitando três eixos de sustentabilidade: econômico, social e ambiental.

O projeto New Memory ficou em 1° lugar na categoria Projeto de impacto social e também recebeu o Prêmio Joint Ventura (menção honrosa).  Esta premiação consiste em incentivar os participantes a encontrarem oportunidades de parceria para o desafio, sempre com foco na integração das equipes.​

Estudantes reunidos antes da apresentação no ​Festival Marista de Robótica

​Sobre o protótipo: Tutorial de usabilidade do aplicativo​

Nossos estudantes realizaram pesquisas e entrevistaram o médico neurologista do Hospital São Lucas da PUCRS, Lucas Schiling, que apontou que o Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que atinge 25% das pessoas com mais de 85 anos, que ocasiona problemas de memória, pensamento e comportamento. Tendo em vista que a doença não tem cura, as análises realizadas pelos estudantes apontaram que não existe um tratamento imediato que possa neutralizá-lo, entretanto mostra que o melhor a ser feito é retardar o processo. Assim, o aplicativo irá auxiliar da seguinte maneira:

Portador de Alzheimer: Após a criação, haverá despertadores para alertar o portador sobre a hora que precisa tomar os medicamentos, sinalizá-lo que ele está num lugar não apropriado, auxiliar no planejamento de seus dias, indicar atividades, além de mostrar fotos da sua história, sempre deixando explicito o dia, mês e ano que estamos.

Para o fortalecimento da memória e das funções cognitivas, jogos serão introduzidos. Para saber a mudança de fase do portador, na pasta “cuidados" haverá sintomas que irão auxiliar e reconhecer este processo. Atividades para reverter o processo de desanimo, depressão e mudanças de humor também estarão comtemplados no aplicativo.

Para o responsável cadastrado ter o acompanhamento da pessoa com Alzheimer: Com a evolução da doença, a pessoa fica cada vez mais dependente da ajuda dos outros, desse modo o aplicativo tem a função de transmitir informações para o telefone da do responsável cadastrado, para que ele possa saber o nível do batimento cardíaco do portador de Alzheimer, as medidas da pressão arterial e o local onde a pessoa se encontra. Essas informações podem ser transmitidas tanto para um aparelho celular, quanto para um relógio de uso opcional, que serve como fonte de acesso para o responsável ter acesso à essas informações.