Navegar para Cima

Notícias

Espaço Jovem Cientista

Colégio classifica 21 projetos de pesquisa científica para apresentação.
03/10/2018
Nosso jeito de educar
Colégio classifica 21 projetos de pesquisa científica para apresentação.

​​​​​O Espaço Jovem Cientista, promovido pela PUCRS, tem como objetivo oportunizar e incentivar a produção científica de forma que possibilite apresentações de pesquisas realizadas em escolas. Nesta edição, nosso Colégio classificou 21 projetos para a participação e apresentação. Dentre eles,​​ “as mulheres na sociedade", da turma 183, foi premiado como destaque. Os trabalhos foram apresentados no Saguão da Biblioteca e no Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, nos dias 3 e 4 de outubro e a premiação ocorreu no dia 25 do outubro, no Auditório (Térreo) do Prédio 50. ​​

Os projetos de pesquisa classificados contemplaram as diferentes áreas do conhecimento que estão relacionados às subáreas do Salão de Iniciação Científica da PUCRS. Este espaço de socialização das atividades de pesquisa envolve estudantes e professores de diferentes escolas do Estado do Rio Grande do Sul e de outros Estados brasileiros.

Sobre o projeto destaque: as mulheres na sociedade

O trabalho trata da relação do nível d​e conhecimento sobre ​as diferenças entre os direitos de homens e mulheres e a influência patriarcal na sociedade entre pessoas de diferentes gerações. Esta atividade foi medida por meio de um resultado obtido de um questionário aplicado em determinados estud​antes da PUCRS e no Colégio Marista Champagnat. O objetivo foi comparar o nível de apropriação acerca dos conceitos de feminismo, femismo e machismo entre diferentes gerações e fornecer aos indivíduos os conhecimentos relativos aos temas que são relevantes para a construção de uma sociedade mais igualitária. ​

Estudates no palco após receberem a premiação

A conclusão aponta que uma grande porcentagem acaba confundindo o femismo com o feminismo, assim, acabam trazendo uma visão distorcida ​da sua concepção, o que pode dificultar a construção de uma sociedade igualitária no futuro. Desta forma, é preciso uma conscientização mais ostensiva para que, no futuro, essa geração consiga equalizar os problemas relativos e buscar uma sociedade melhor. ​