Navegar para Cima

Notícias

“O que queremos saber?” aborda curiosidades sobre as corujas

Alunos do Turno Integral receberam a visita do veterinário Edson Luiz Salomão
16/05/2019
 
Alunos do Turno Integral receberam a visita do veterinário Edson Luiz Salomão

​​​​​​​​​​​​Quando o assunto é o mundo animal, não faltam questionamentos dos mais variados tipos. Com as crianças, em sala de aula, não é diferente. Aliás, a curiosidade no âmbito escolar é observada como um fator positivo para a descoberta de novos horizontes, facilitando, assim, o processo de ensino-aprendizagem.

Nesse sentido, a turma do Turno Integral do Colégio Marista Roque, formada por crianças da Educação Infantil até o 4º Ano, desenvolve o projeto “O que queremos saber?", sob a coordenação da professora Priscila Félix.

Desta vez, a curiosidade foi sobre a ave que simboliza a sabedoria: a coruja. “É muito legal e produtivo trabalharmos temas que são de interesse deles. Já surgiram diversos assuntos a serem abordados, mas em sua grande maioria, eles se referem aos animais. Percebemos que as crianças gostam bastante dessa temática", conta a professora.

Após diversas pesquisas na biblioteca e vídeos assistidos na internet, os alunos tiveram uma aula diferente. Eles receberam na manhã desta quinta-feira, 16/5, o veterinário Edson Luiz Salomão, profissional reconhecido na área e ex-aluno do Colégio. Ao final do bate-papo, os estudantes tiveram a oportunidade de interagir com uma coruja, que durante a palestra permaneceu dentro de uma gaiola.

“Estou me sentindo muito feliz em poder retornar à escola onde estudei, ainda mais para conversar sobre o meu trabalho e tirar todas as dúvidas sobre essa espécie de ave", disse Salomão. Segundo a professora, a próxima atividade da turma é a organização de uma exposição sobre o tema.

Função pedagógica

O estudo e o contato com os animais em sala de aula é de extrema importância para que a criança entenda e respeite todas as espécies de seres vivos. Além disso, esses estímulos também são capazes de sensibilizar e desenvolver a humanização entre elas.

A prática permite, ainda, o reconhecimento e a identificação dos diferentes tipos de animais; o desenvolvimento do raciocínio lógico e dedutivo; estimula a criatividade; desenvolve a coordenação motora e oferece novas óticas de interpretação para o mundo.