Navegar para Cima

Notícias

Estratégias que favorecem a interdisciplinaridade

Organizadas de acordo com os objetivos que o professor quer alcançar para a aprendizagem de seus estudantes, as sequências diáticas envolvem atividades de aprendizagem e de avaliação.
09/12/2018
Educação
Organizadas de acordo com os objetivos que o professor quer alcançar para a aprendizagem de seus estudantes, as sequências diáticas envolvem atividades de aprendizagem e de avaliação.

​​​A sequência didática faz parte da metodologia curricular dos Anos Finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio do Marista Imaculada. O conceito abrange o planejamento, desenvolvimento e avaliação de um conjunto de atividades ligadas entre si, reunindo os componentes curriculares nas quatro áreas do conhecimento: ciências humanasciências da naturezamatemática linguagens e códigos

As sequências didáticas são intencionais (e “intensionais”, com s mesmo, pois tensionam o currículo pronto e acabado e este é aberto para outros saberes que possam surgir da interações e escuta da turma), planejadas, criadas, orientadas e desenvolvidas para a realização de determinados objetivos didáticos, voltados à aprendizagem dos estudantes, à apropriação, produção e sistematização de conhecimentos – específicos de um componente curricular ou ainda aqueles que têm um caráter mais interdisciplinar –  pelos estudantes.


Lançamento da sequência didática de Ciências Humanas com os 8º anos

Nas sequências didáticas, o percurso didático (de ensino-aprendizagem-avaliação) é conhecido tanto pelos professores quanto pelos estudantes. As etapas do processo ensino-aprendizagem são devidamente preparadas pelo professor, contemplando as ações tanto do professor quanto do estudante neste percurso. Por essa via, concordando com Zabala (1998, p. 18), as sequências didáticas são um conjunto de atividades ligadas entre si, planejadas para ensinar um conteúdo, etapa por etapa, a partir das escolhas feitas pelo professor (sempre em relação com os estudantes). Organizadas de acordo com os objetivos que o professor quer alcançar para a aprendizagem de seus alunos, elas envolvem atividades de aprendizagem e de avaliação. Assim, as sequências didáticas são dinâmicas e podem ser modificadas a partir das relações estabelecidas, no seu decurso, entre professor-aluno-conhecimentos (aqueles previamente pensados e aqueles outros que possam surgir ao longo do trabalho pedagógico).

Desse modo, em uma sequência didática, acham-se planejados aquilo que compete ao professor e aquilo que compete ao estudante realizar ao longo de um determinado tempo didático.​

A sequência didática é uma estratégia que favorece a interdisciplinaridade, visto que os objetos de estudo estabelecem interfaces com os diversos contextos, situações, componentes curriculares etc. Ela permite levar em conta, ao mesmo tempo e de maneira integrada, os conteúdos de ensino, os objetivos de aprendizagem e a necessidade de variar os suportes, as atividades, os exercícios e as dominantes das aulas. Facilita o planejamento contínuo e a explicitação dos objetivos de aprendizagem. (Matrizes Curriculares Maristas, 2016)​​​