Navegar para Cima

Notícias

Virtualmente, estudantes do Clima dão continuidade ao trabalho de liderança

29/07/2020
Nosso jeito de educar
Diálogo e interação marcam os encontros que debatem propostas para a comunidade escolar

Dando continuidade à filosofia marista e aos princípios educativos de São Marcelino Champagnat, os estudantes que fazem parte do Conselho de Líderes Maristas (Clima) se reuniram para um encontro de formação das lideranças. O momento contou com os líderes de turma do 3º ano EF ao 3º ano EM que, devido à necessidade de distanciamento social, foi realizado de forma on-line, por meio da plataforma Microsoft Teams.

Antes da reunião ocorrer, as orientadoras educacionais indicaram aos participantes que o tema Ações solidárias permearia o encontro. Elas propuseram que os jovens conversassem com os familiares, trouxessem exemplos de campanhas que estão sendo desenvolvidas pela sociedade e que estivessem em harmonia com os valores maristas.

No início do encontro, o Irmão Miro Reckziegel fez a leitura da carta É tempo de ser presença solidária, de autoria do Irmão Provincial Inácio Etges, que ressalta a necessidade de sermos farol de esperança e solidariedade no mundo. Alinhados ao contexto da carta, os estudantes receberam as boas-vindas dos educadores e entenderam um pouco mais sobre a importância de saber cuidar de si, para poder cuidar do próximo. 

Durante o encontro, os estudantes foram divididos em grupos, dialogaram sobre a importância da solidariedade e as compartilharam as ações que estavam ocorrendo em suas respectivas comunidades. Após a partilha, todos os líderes voltaram a se reunir e fizeram sugestões de  novas campanhas que podem ser desenvolvidas e trabalhadas no contexto escolar. Algumas das ideias propostas foram a entrega de refeições e de kits de higiene, contendo álcool em gel, sabonete e máscaras de proteção para a população que está em situação de rua. 

Segundo a orientadora educacional Clécia Barreto, esses momentos de debate e escuta são de extrema importância. “Enquanto escola, precisamos propiciar momentos de reflexões sobre o atual contexto que vivemos com a pandemia causada pelo novo coronavírus”. Para ela, a formação foi necessária e muito proveitosa. “Nossos estudantes tiveram ótimas sugestões de ações solidárias e atitudes que podem ajudar outras pessoas. Fé, paciência, atitudes de amor e ações solidárias aquecem a alma e nos aproximam mesmo mantendo a distância”. finalizou a educadora.