Navegar para Cima

Sobre

Pastoral Escolar

Evangelizar pela integração da fé, cultura e vida.

A Pastoral Escolar é compreendida pela Rede Marista como uma atitude nascida da fé que se compromete no seguimento a Jesus de Nazaré, acontecendo de forma orgânica, sistêmica, progressiva, colegiada, duradoura e avaliada, com metodologia e linguagem próprias. Implica o envolvimento ativo de toda a comunidade educativa no serviço aos necessitados, no diálogo com o mundo, na denúncia e no anúncio profético, na participação em comunidades, no aprofundamento da fé e no cultivo da espiritualidade. 

Diante disso, cada unidade possui o Serviço de Pastoral Escolar (SPE), que planeja, articula, organiza e executa as atividades pastorais.  A ação pastoral é realizada de modo sistemático, com formação continuada, transversal e inculturada, de acordo com as especificidades da unidade. Ainda, o SPE executa os programas pastorais, procurando atender a todos os membros da comunidade educativa. 

Programa Formação Humano-Cristã 

Visa promover momentos de vivência dos estudantes com eles mesmos, com o outros, com o meio e com Deus. Segundo o legado de Champagnat, não se trata de ensinar apenas as ciências humanas, mas prepara o homem todo: seu coração, sua mente, sua liberdade. A Formação Humana-Cristã proporciona uma educação de valores, motivando para o cuidado do próximo e da obra de Deus, transformando-os em agentes transformadores da realidade. É um momento para trabalhar temas pouco tratados em outros espaços, e que ajudam no discernimento de questões fundamentais a vida, como: identidade, família, valores, solidariedade, histórias bíblicas, afetividade, sexualidade, sentido da vida, consumismo, sustentabilidade, protagonismo, voluntariado, educação na fé, entre outros. É um programa alinhando com o projeto Educativo Marista, que acontece durante o decorrer das aulas, em momentos agendados, do qual se exige preparação, planejamento, objetivos, dinamização e integração. 

Os momentos de formação são articulados em parceria com o Serviço de Orientação Educacional, e são dinamizados de acordo com a idade dos estudantes. A Educação Infantil e os 1º e 2º Anos dos Anos Iniciais são atendidos pelo projeto Marista Sou, que visa desenvolver valores humanos e cristãos, bem como a proximidade com o sagrado, integrando fé, cultura e vida, respeitando cada indivíduo no seu modo de agir e suas crenças. Oportunizando a criança, através dessas vivências, situações que o levem a se conectar com a interioridade, a desenvolver relações de amizade, para a construção do ser.

Os 3º e 4º Anos são apresentados ao projeto Marista Mais, que busca proporcionar o desenvolvimento da espiritualidade e do controle emocional, por meio de encontro formativos, momentos de interação, reflexão, meditação e vivências o desenvolvimento de competências socioemocionais, valorizando sempre as atitudes positivas do ser humano. 

O 5º Ano, os Anos Finais e o Ensino Médio, além dos encontros de formação que vão acontecendo ao decorrer do ano, também participam do projeto Compartilhe, que objetiva a formação para a cultura da solidariedade, projeto que promove o encontro e a troca de experiências de vida com estudantes de rede municipal de ensino, saindo da cultura da arrecadação e doação para a cultura da missão, da presença e do protagonismo.

​Pastoral Juvenil Marista (PJM) 

Visa a sistematização do processo de vivência grupal. O programa é compreendido como um espaço de educação e amadurecimento na fé dos adolescente, jovens e adultos contemplando uma metodologia própria, conceito sobre as juventudes, a articulação com os grupos de Jovens municipais/paroquiais. É um programa alinhado como todo o Brasil Marista, buscando uma unidade na proposta, visando oferecer aos adolescentes e jovens a experiência de um grupo, a formação integral e o protagonismo juvenil, a partir do Carisma Marista. Entende-se o grupo como “um lugar de crescimento, amadurecimento, formação e realização pessoal e comunitária, pois cria laços de fraternidade, onde cada um é reconhecido na fé e para a integração social”. Dá-se importância de modo especial neste programa as juventudes, que sempre tiveram um lugar de destaque na história do Instituto. 

​Programa Voluntariado

Visa organizar as experiências de voluntariado, contribuindo para a formação de bons cidadãos e bons cristãos.  O Voluntariado é uma forma de continuar a dar sentido à obra iniciada por Champagnat. Entende-se voluntariado como o resultado de uma ação voluntária, que se dá pela livre vontade do ser.  “A atuação do voluntariado deve estar ligada à formação da consciência crítica, da sensibilização, e à luta por políticas públicas que venham a responder às necessidades dos sujeitos e comunidades que estão inseridos”. Ainda, “para que a ação voluntária não seja somente algo realizado para amenizar a dor e o sofrimento dos pobres, como paliativo, a ação que propomos deverá ser uma ação que perpasse a cultura, o modo de pensar, de ver o mundo”. 

​Programa Ministério da Catequese 

Compreende a experiência catequética como um espaço de educação na fé que vai além da preparação doutrinal dos catequizandos para os sacramentos. Entende-se diante disso a catequese como uma preparação para a fé vivida em grupos/comunidades conforme o projeto de Jesus Cristo. Está diretamente ligada ao fato fundacional do Instituto, em levar Deus para aqueles que o ignoram.  “O modelo pedagógico do proceder catequético que dá identidade ao catequista é Jesus Cristo, que a partir da convivência com as pessoas, deu continuidade ao processo pedagógico do Pai”. Assim, “quanto mais o espaço catequético possibilitar a experiência de Jesus, maior será a aproximação do catequista com a pedagogia divina”. A catequese dentro de uma obra Marista deve propiciar a experiência de uma pequena comunidade, levando o catequizando a conhecer, acolher, celebrar e vivenciar o mistério de Deus, manifestado em Jesus Cristo. Não deve se basear em planos de aula, e sim num testemunho de vida, numa partilha constante, visando atividades evangélico-transformadoras. 

​Programa Cultivo da Fé 

Objetiva organizar e sistematizar orações, celebrações e vivências para que possam ser efetivamente meios intencionais e privilegiados de cultivo da fé, assim como ressignificar algumas práticas e aprofundar a Espiritualidade Apostólica Marista. Está fundamentada na fé, prática ética e que visa a promoção da solidariedade. “A fé tratada neste programa é a fé cristã, portanto, entendida como experiência e vida. Nossa vida participa da vida de Deus e Deus participa da nossa vida, dando-se a nós ao crermos no Filho para termos sua vida eterna”. Cultivar a fé exige momentos de intimidade, meditação e oração, para se chegar a uma fé que vá em defesa da vida. Assim, a fé cristã é percebida pela sua prática.  O cultivo da fé, é celebrado em diversos momentos: Celebrações Eucarísticas e da Palavra, retiros, orações diárias com Colaboradores, Educadores e Educandos, grupos de oração, momentos de meditação, leitura Orante de Bíblia, entre outros. 

​Programa Formação de Pastoralistas 

Tem o intuito de capacitar os Pastoralistas perante a complexidade dos cenários, pensar processos permanentes de capacitação, aprofundar o conhecimento em conteúdos teológico-pastorais, bem como o cultivo pessoal da fé.  Vê-se a figura dos Pastoralistas como os agentes que “planejam, preparam, organizam e proporcionam, em conjunto com outros serviços/setores da Unidade, formações e vivências que marcam crianças, adolescentes, jovens e adultos por toda a vida”. Portanto, visto que por de trás de cada prática pastoral há um Pastoralista, este precisa saber-se discípulo (aquele ser que se torna discípulo pelo cultivo constante, persistente nos valores que nunca se esgotam).  “O Pastoralista que cultiva sua formação permanente aguça sua vocação para compreender toda a mensagem do Reino de Deus e incorporar na sua vida, de maneira mais estreita possível, o projeto ali revelado”. O programa visa atender todos os Pastoralistas da Rede, em nível local com reuniões sistemáticas, e em nível Provincial com reuniões, encontros e cursos de Extensão.