Navegar para Cima

Notícias

Conheça os medalhistas em eventos científicos!

23/12/2020
RECONHECIMENTO
Estudantes receberam medalha de ouro e reconhecimento destaque em olimpíadas e salões

​​​​​No Marista Graças, o pensamento científico, estimulado desde o sexto ano dos Anos Finais no Marista Graças, auxilia nossos estudantes em todas as áreas do conhecimento. Através dele, as teorias se transformam em experiências que aproximam curiosidades do cotidiano. Para isso, encontram-se disponíveis dos alunos diferentes espaços e alternativas para atividades práticas e trabalhos científicos, desenvolvendo a capacidade investigativa e analítica. 

E no que isso resulta? Conquistas e reconhecimentos! Ao longo de 2020 tivemos a alegria de prestigiar os destaques de nossos estudantes em eventos científicos. Seja eles olimpíadas nacionais e/ou salões, todo o empenho e conquista de nossos alunos é motivo de alegria para nós. Conheça nossos destaques! 

Espaço Jovem Cientista da PUCRS 
​​   

















​O Espaço Jovem Cientista é uma realização do Museu de Ciências e Tecnologia e da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da PUCRS e tem como principal objetivo oportunizar a atuação de alunos e professores da educação básica e incentivar a produção científica, possibilitando a apresentação de pesquisas realizadas em suas escolas. Os projetos de pesquisa a apresentados contemplam as diferentes áreas do conhecimento. Neste ano, o evento aconteceu à distância, onde tivemos a alegria de prestigiar que o projeto Métodos de Ensino para a Normalização da Comunidade Lgbtq+ Voltados à Segunda Infância, da estudante Sofia Sarandy Machado Camaratta, obteve o reconhecimento de trabalho destaque. Parabéns!

Olimpíada Brasileira de Educação Financeira – OBEF







Pelo segundo ano consecutivo participamos da Olimpíada Brasileira de Educação Financeira – OBEF. Em 2019, participamos do 6º ao 9º ano dos Anos Finais como atividade de aula, enquanto que os estudantes do Ensino Médio participam caso desejassem. 

Já em 2020, quem 2020, quem quisesse participar, teria que se inscrever por conta. O que, na opinião de Felipe Santos, educador de matemática e orientador dos alunos na competição é visto como um ponto positivo, uma vez que incentiva a autonomia dos participantes. “A partir deste tipo de olimpíada, estuda-se sobre a participação de contextos financeiros em aula, pois oportuniza a relação da matemática em situações-problemas. Além, é claro, do olhar de mundo, pois as provas permitem o teste de conhecimento social e mundial", conclui Santos.

Alunos destaque:

• Eliom Adamatti – Ouro
• Henrique Suris​ – Ouro

• Mateus Sanchez – Ouro

• Sophia Brito – Prata

• Micaela Pereira - Bronze

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e Mostra Brasileira de Foguetes – OBA e MOBFOG 


















A OBA – Olimpíada Brasileira de Astronomia e a Mostra Brasileira de Foguetes - MOBFOG, em tempos presenciais, consistiam ​em uma prova aplicada presencialmente em instituições de ensino, tendo em suas questões a predominância da Física. estudo do movimento no cotidiano e dos astros, aplicação de movimento de órbita, como astros se posicionam no espaço, movimento real e aparente são algumas das temáticas que abordam este tipo de competição. Mas, por conta do cenário em que estamos, a participação do Colégio se deu através da adesão de estudantes que estivessem engajados a colocarem seus conhecimentos sob avaliação.

Vagner Carvalho, educador do segmento de Física, comenta sobre a competição ser sempre um aprendizado. “Mesmo que o estudante não se classifique, independente da modalidade, é algo saudável. O espirito esportivo agrega à evolução dos alunos!", comenta.

Aluno destaque - OBA

• Henrique Suris - Ouro​

Aluno destaque - MOBFOG

• Isabelle Gabardo - Ouro​