Navegar para Cima

Nossos Diferenciais

Robótica Educacional

a Robótica Educacional promove o raciocínio lógico, o senso crítico, o trabalho em equipe e a autonomia

​​​

Iniciativa inovadora insere a tecnologia no cotidiano escolar, dinamizando o jeito de ensinar e aprender. Juntos, estudantes e educadores constroem maquetes e robôs para solucionar situações-problema.

​​​​​​​Está presente no currículo dos Colégios da Rede Marista o incentivo à prática da Robótica Educacional, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. No Marista Sant'Ana, diversas iniciativas inovadoras são estimuladas, com o objetivo de envolver a tecnologia no cotidiano escolar.

Durante as aulas, que fazem parte das atividades extraclasse oferecidas pelo Colégio, os estudantes desenvolvem projetos que buscam soluções para situações-problema. Nesses encontros, que acontecem semanalmente, o educador instiga o protagonismo dos próprios estudantes em todo o processo de construção.

Dessa forma, a Robótica Educacional promove o raciocínio lógico, o senso crítico, o trabalho em equipe, a autonomia, a coordenação motora, a concentração e a criatividade. Além disso, alguns conceitos de Física e Matemática também são retomados durante as atividades, de maneira lúdica e desafiadora, a fim de unir teoria e prática. ​​

Assim, é ​desenvolvido o raciocínio lógico, a criatividade, entre outras habilidades. Todos os anos, o Festival Marista de Robótica reúne os Colégios e as Unidades Sociais em uma competição que alia estratégias e conhecimentos.


Sobre o Festival Marista de Robótica edição 2019

No ano em que o primeiro passo em solo lunar completa 50 anos, o Festival Marista de Robótica homenageia o evento histórico protagonizado por Neil Armstrong, com o tema Os desafios e impactos da exploração espacial. Nos dias 3 e 4 /10, no Centro de Eventos da PUCRS, cerca de 2 mil estudantes são esperados para apresentarem seus projetos, desenvolvidos em equipes junto a educadores da área.

Os desafios envolverão as equipes em missões que simulam ações protagonizadas na época da primeira viagem à Lua e às atividades de preparação para a viagem a Marte, um dos principais objetivos da atualidade nas agências espaciais.​​