Navegar para Cima

Notícias

A cultura do cuidado a partir do trabalho com a interioridade

Projeto "Em Ti" desenvolve competências socioemocionais com estudantes do Ensino Médio.
03/07/2019
Espiritualidade
Projeto "Em Ti" desenvolve competências socioemocionais com estudantes do Ensino Médio.

​​​​​A pedagogia marista integra a formação afetiva ética, social, política, cognitiva e religiosa, fundamentando um jeito de educar numa perspectiva de formação integral. Promover o entendimento das necessidades humanas e sociais, contemplando uma interligação entre as diferentes dimensões da pessoa, incluindo a dimensão espiritual é, também, a busca constante das práticas pedagógicas, que consideram a integralidade e a inteireza dos sujeitos da educação, em um movimento que harmoniza fé, cultura e vida.

Com esse viés e à luz do Projeto Educativo Marista, o Projeto Em Ti – Cultivo da Interioridade, que nasceu em 2004 na Província Marista de Compostela, está sendo realizado como iniciativa piloto na Rede Marista, desde o início de 2019. Semelhante a uma disciplina semanal, no Marista Conceição, os momentos abordam a espiritualidade e as competências socioemocionais com as turmas do Ensino Médio. As aulas são realizadas a partir de diferentes práticas, que envolvem meditação, exercícios para trabalhar a respiração, dinâmicas sobre empatia, valores, além de experiências que desenvolvem a imaginação, a consciência corporal, os sentidos e a inteligência existencial.

O educador à frente da atividade, Leonardo Biazus, destaca que, por meio do projeto, os estudantes têm se sentido mais centrados e calmos, aprendendo a olhar para dentro de si mesmos e a compreender seus pensamentos e sentimentos. “Enquanto escola, é importante que oportunizemos estes momentos aos estudantes, pois refletem em seu cotidiano, impactando positivamente em seu desempenho acadêmico e contribuindo em sua formação humana", salienta.​

​Desta forma o trabalho, que tem como objetivo a educação da interioridade, estimula a capacidade do estudante se reconhecer e se relacionar consigo mesmo e com o outro,​ buscando assim, o equilíbrio pessoal.