Navegar para Cima

Projetos

Pensando do Futuro: Foco no Enem e Vestibular | Ensino Médio

​​Nossa matriz curricular está alinhada às exigências do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)​, considerado uma das principais portas de entrada no Ensino Superior no Brasil, com conteúdos trabalhados de forma interdisciplinar, por meio do Sistema Marista de Educação e materiais exclusivos como o Enem Comentado e Todo Enem. Estão contempladas ainda ações preparatórias, como simulados com questões nos moldes do exame e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), palestras e orientação vocacional. 

Anualmente, o Colégio também aplica as provas do Sistema Marista de Avaliação (Sima), uma avaliação externa, em larga escala, que verifica o processo educacional em diferentes dimensões, realizada em todos os colégios maristas. Os resultados permitem uma avaliação tanto do estudante quanto do próprio Colégio, pois a partir deles redirecionamos esforços e qualificamos nossos processos de ensino-aprendizagem. Complementarmente, o jovem é auxiliado a criar sua própria rotina de aprendizagem pelo projeto Hábitos de Estudo e conta com carga horária ampliada de 35 períodos semanais no 1º e 2º anos EM e 40 no 3º ano EM. 

Para estimular a reflexão sobre a escolha profissional e formação de carreira, o Colégio promove o Projeto de Orientação Profissional. Por meio de testes vocacionais, palestras com profissionais e feiras, são realizadas atividades voltadas para liderança, empreendedorismo e iniciação científica, além do incentivo à participação em olimpíadas nacionais de diversas áreas do conhecimento e em grupos de representatividade, como o Grêmio Estudantil Rosariense (GER). 

No Grêmio Estudantil Rosariense (GER), os jovens exercitam a liderança e se preparam para cobranças da vida adulta, começando a experimentar as primeiras responsabilidades, pois exercem, de forma contínua, a autonomia, a independência e a capacidade organizacional. 

Entre outras iniciativas, uma parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) permite a realização de cursos de especialização para educadores e iniciativas dedicadas aos estudantes em diferentes espaços do Campus. 

Saiba mais sobre o Enem

Criado há quase 20 anos, o Enem cresceu em importância e abrangência. Em relação ao currículo, a famosa “decoreba" perdeu espaço a partir do momento em que o Enem passou a trabalhar as quatro áreas do conhecimento (Matemática e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias). As provas exigem do estudante mais análise e raciocínio lógico do que informação bruta a ser memorizada. Sob essa perspectiva, o jovem deve dominar linguagens, compreender fenômenos, enfrentar situações-problema, construir argumentação e elaborar propostas de intervenção solidária na sociedade. Isso abre caminho para as escolas desenvolverem o conteúdo de forma contextualizada e interdisciplinar, estabelecendo ligações entre aquilo que se estuda e nosso cotidiano.

Apesar de já ter sido alvo de críticas devido a problemas na aplicação do exame, o Enem segue atuando como indicador das aprendizagens construídas na Educação Básica. Além disso, possibilita ainda uma oportunidade de ingresso em universidades no exterior. Desde 2014, instituições de Portugal firmaram acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para usar a nota do Enem no processo de seleção, entre as quais estão as universidades de Coimbra (UC), Algarve (Ualg) e Porto (UP).